segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

20 de FEVEREIRO de 2013

20/02/2013
Neste dia, a Igreja faz memória da beatificação de Francisco e Jacinta Marto, dois dos Videntes de Fátima. Duas crianças que, muito cedo, compreenderam a mensagem da Mãe do Céu e, com alegria, a puseram em prática. Viviam, quase com sofreguidão, em espera pelo dia em que voltariam a ver "tão bela Senhora" e em que poderiam "consolar" Jesus que tanto sofria com as maldades do homem. Para eles a morte era a "porta" para chegar a "casa". Ninguém vai para "casa" senão pela porta da morte. Se não for na juventude irá na velhice. O tempo que nos é dado viver não é importante perante a eternidade com dias e anos incontáveis. Só importa viver a sério cada dia que nos é oferecido gratuitamente.
Pois a ACIL não fez, este ano, comemoração "exterior" desta efeméride. Também não comemorou, no dia 13 do mesmo mês, a partida da pastorinha mais velha, a Irmã Lúcia de Jesus. As razões são exteriores à vontade da Direcção que espera, com paciência e prudência, o reconhecimento da honradez que nos move e da seriedade do trabalho que temos realizado. Não é fácil seguir num voo com muita turbulência fazendo de conta que nada se passa. Está-se, sempre, à espera que regresse a bonança para colocar os pés em terra firme.
Nesta espera perseverante, vamos orando e convivendo, pois acreditamos que o Espírito Santo não dorme e sabe, melhor do que nós, como podemos e devemos louvar o Deus de Nosso Senhor Jesus Cristo. Ele conduz os nossos passos se O aceitarmos como guia dos nossos actos e pensamentos.

Sem comentários:

Enviar um comentário